Notícia



25/03/2013 - 15:48 Comunidade monástica celebra o Domingo de Ramos




      No último domingo, dia 24, a comunidade monástica da Abadia de Nossa Senhora da Assunção de Hardehausen-Itatinga celebrou o Domingo de Ramos, fazendo memória da entrada triunfal de Cristo em Jerusalém, e da sua Paixão.
 
      Através dos textos que a Liturgia oferece para este ano, especialmente pela leitura da Paixão segundo São Lucas, evidenciou-se a dificuldade do homem unir a sua vontade à vontade de Deus, ou, em outras palavras, o esforço que este deve fazer para obedecer às disposições divinas, que nem sempre são fáceis ou compreensíveis, a partir da lógica humana. Na imagem do Cristo orante no Getsêmani, na qual dentre os quatro evangelistas só São Lucas traz um acento importante da agonia de Jesus - este chega a suar gotas de sangue, fica representado o modelo o qual a humanidade deve seguir: "Pai, se queres, afasta de mim este cálice, mas não se faça a minha vontade, e sim a tua." Vê-se a vontade humana de Cristo, ainda que livre da revolta ocasionada pelo pecado, a esforçar-se para se unir finalmente à sua vontade divina, à vontade do Pai. Jesus, ainda que com medo do grande terror da paixão que sofreria, obedece ao Pai de forma perfeita, oferecendo-se em lugar do homem que jamais conseguiria unir sua vontade à vontade divina de maneira tão íntima. Quando se reza o Pai Nosso, pede-se que "seja feita a vossa vontade", mas nem sempre se tem em mente que a realização completa de tal vontade também significa renúncia de si próprio, renúncia, em último grau, até a morte. É este o caminho da humanidade deve trilhar, para que, através da imitação de Cristo, possa alcançar a união com Deus e ser digna da ressurreição.
 
 
 Benção dos Ramos
 
 
 
 
 Proclamação do Evangelho
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Homilia
 
 
 
Incensação do altar